Solidariedade com os trabalhadores da agência Lusa e do “Público"
18-Out-2012
lusa.jpgO Bloco de Esquerda de Vila Nova de Gaia veio a  público demonstrar a sua solidariedade com os/as trabalhadores/as da Agência Lusa, que estarão em greve entre os dias 18 e 21 de Outubro. O BE gaia vem assim reforçar as palavras da deputada Catarina Martins hoje no Parlamento: “O único sentido, que pode ter cortar na Lusa agora, é cortar na democracia e isso é o corte mais inaceitável”.  O comunicado do BE Gaia refere ainda o apoio à greve dos trabalhadores/as do jornal "Público", após os jornal ter anunciado quase 50 despedimentos.

 

Comunicado do Secretariado do Bloco de Esquerda de Vila Nova de Gaia 


 
Solidariedade com os trabalhadores da agência Lusa e os trabalhadores do jornal o “Público”.

Os trabalhadores da agência de notícias Lusa e os trabalhadores do jornal o “Público”, estão e vão estar em greve nos próximos dias.

A apresentação pelo governo da proposta de Orçamento Geral de Estado para o ano 2013, prevê um corte de 30% no contrato-programa entre a agência Lusa e o Estad.o O governo, a manter esta decisão, vai infligir um brutal ataque ao serviço público de notícias e põe em causa a rede da Lusa em Portugal e no Estrangeiro.

Esta opção do governo vai promover um programa de rescisões amigáveis dos contratos individuais dos trabalhadores, ou eventualmente, um despedimento coletivo. O governo continua a ser maior desempregador do país.

Os despedimentos de trabalhadores da agência Lusa é um ataque ao direito de informação, à democracia, à coesão territorial e à língua portuguesa.

O Bloco de Esquerda considera que a agência Lusa é uma agência essencial ao país e um importante suporte para outros órgãos de comunicação no país e no estrangeiro, pelo serviço de difusão que desenvolve. A decisão do governo de direita PSD/CDS de efetuar os cortes anunciados no Orçamento de 2013, afetarão a qualidade e a quantidade do serviço e o pluralismo informativo, mas também a abrangência da cobertura nacional.

O Bloco de Esquerda manifesta toda a solidariedade aos trabalhadores da agência de notícias Lusa e ao processo de luta - a GREVE a realizar entre 18 a 21 de Outubro.

GREVE DOS TRABALHADORES DO JORNAL “O PÚBLICO”
O Bloco de Esquerda manifesta a sua solidariedade e apoio à GREVE que os trabalhadores vão desenvolver no dia 19 de Outubro de 2012.

Com um plano de redução de custos de 3,5milhões de euros, o jornal “ Público” detido pelo Grupo SONAECOM, pretende despedir cerca de 50 trabalhadores. O jornal “Público” é uma pequena empresa da holding SONAECOM, que concretizou resultados positivos no ano de 2011 de 103 milhões de euros e fez investimentos no mesmo ano na ordem de 475milhões de euros.
Numa linha de não perder nos lucros, o grupo SONAE promove mais um despedimento de várias dezenas de trabalhadores, e presta assim um mau serviço ao país quando coloca em causa um jornal que respeita a pluralidade da informação.